Pierre Bourdieu: educação, trabalho e a manutenção da ordem social

 Por Michel Aires de Souza        Desde o iluminismo, no século XVIII, a educação sempre foi vista como uma instância de transformação e equalização social, estando ligada a princípios democráticos.  Os iluministas  acreditavam que  por meio da educação   o homem como construtor da cultura  deveria ser capaz discernir,  avaliar e agir com … Continue lendo Pierre Bourdieu: educação, trabalho e a manutenção da ordem social

Liberdade e Sofrimento Social no Mundo Contemporâneo

Por Michel Aires de Souza        A liberdade é autodeterminação em conformidade com as circunstâncias. Não existe liberdade absoluta. A liberdade não é oposta a necessidade. Como indivíduos somos seres históricos, determinados no interior das praticas sociais. Somos partes de uma totalidade que age livremente e subjuga necessariamente. O todo tem poderes absolutos … Continue lendo Liberdade e Sofrimento Social no Mundo Contemporâneo

Educação e Neoliberalismo: a transformação dos indivíduos em mercadoria.

Por Michel Aires de Souza A educação perdeu sua função de produzir indivíduos autônomos, críticos  e conscientes, que pudessem transformar a sociedade, a cultura e a si mesmos.   A escola de hoje procura acomodar os indivíduos ao mundo existente e não produz mais o espírito crítico, que dúvida, investiga, cria e produz.   Com o neoliberalismo … Continue lendo Educação e Neoliberalismo: a transformação dos indivíduos em mercadoria.

A angústia, o nada e o sentido da vida em Heidegger.

Por Michel Aires de Souza  O ser humano é um ser imperfeito, aberto e inacabado. Foi lançado ao mundo sem o seu consentimento ou querer. Sua existência é determinada pelas contingências da vida e pelas circunstâncias históricas e sociais. O ser humano é também um ser marcado pelas adversidades e por uma certa quantidade de … Continue lendo A angústia, o nada e o sentido da vida em Heidegger.

Os rolezinhos: segregação e apartheid social.

Por Michel Aires de Souza “Do rio que tudo arrasta diz-se que é violento, mas ninguém chama de violentas às margens que o comprime”. Bertolt Brecht   Os rolezinhos nos shoppings surgem como consequência das injustiças sociais, da segregação e de políticas públicas que não chegam às periferias das grandes cidades. Em São Paulo as … Continue lendo Os rolezinhos: segregação e apartheid social.

Norbert Elias: como nos tornamos civilizados

[audio https://dl.dropboxusercontent.com/u/19350165/saltarello.mp3] Por Michel Aires de Souza O sociólogo Alemão Nobert Elias, em seu livro “O processo civilizador: uma história dos costumes” conseguiu compreender muito bem a ligação que há entre a vida dos indivíduos e as estruturas da sociedade.  Este é um belo livro que todos deveriam ler para saber como nos tornamos civilizados.  Na … Continue lendo Norbert Elias: como nos tornamos civilizados

O modo de produção flexível e o novo perfil do trabalhador no século XXI

Por Michel Aires de souza           No início do seculo XX,  surgiu uma nova dinâmica capitalista, desenvolveu–se a produção em massa, com enormes fábricas, que produziam de tudo, a custo baixo para uma grande massa de consumidores. Era uma época de emprego, aumento de renda, direitos sociais e consumo para a … Continue lendo O modo de produção flexível e o novo perfil do trabalhador no século XXI

O sexto sentido

[audio https://dl.dropboxusercontent.com/u/19350165/JessePortosolidao.mp3] Por Michel Aires de Souza        Há nas plantas e animais uma predestinação, uma força cósmica, um sentido interno. Esses seres não precisam se esforçar para descobrirem sua teleologia, são como são, seguem naturalmente suas próprias leis. Somente eles podem viver seu próprio destino inteiramente sem mudanças bruscas, somente eles possuem em … Continue lendo O sexto sentido

A crise do estilo de vida no mundo contemporâneo: a boa vida e como devemos vivê-la.

[audio https://dl.dropboxusercontent.com/u/19350165/tocandoemfrente.mp3] Por Michel Aires de Souza         No mundo contemporâneo o estilo de vida entrou em crise. Os valores da modernidade, as tradições, as crenças, as verdades e as formas de conduta se relativizaram.  Essa relativização aconteceu por causa do avanço do progresso do pensamento e do conhecimento técnico e científico.  Vivemos numa … Continue lendo A crise do estilo de vida no mundo contemporâneo: a boa vida e como devemos vivê-la.

Os cinco maiores arrependimentos no leito de morte: uma reflexão sobre a felicidade

Por Michel Aires de Souza “Se eu pudesse viver novamente a minha vida, na próxima trataria de cometer mais erros. Não tentaria ser tão perfeito, relaxaria mais. Seria mais tolo ainda do que tenho sido; na verdade, bem poucas pessoas levariam a sério. Seria menos higiênico. Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria  mais entardeceres, subiria mais montanhas, … Continue lendo Os cinco maiores arrependimentos no leito de morte: uma reflexão sobre a felicidade

Por que o Brasil possui um dos piores índices de educação do mundo?

Por Michel Aires de Souza  "Quanto mais instruído o povo, tanto mais difícil de o governar" (provérbio Taoista)  A pesquisa de uma das mais respeitadas consultorias sobre sistemas de ensino no mundo, Economist Intelligence Unit, coloca o Brasil em penúltimo lugar em um ranking sobre a qualidade da educação. A consultoria analisou habilidades cognitivas e desempenho … Continue lendo Por que o Brasil possui um dos piores índices de educação do mundo?

Entropia e Pós-Modernidade: o mundo em que vivemos.

Por Michel Aires de Souza "Que época terrível esta, onde idiotas dirigem cegos.”  William Shakespeare       Há um princípio da termodinâmica, a entropia,  que postula uma tendência para a desorganização das moléculas em um dado sistema. Quanto maior a temperatura, maior é a desorganização das partículas. Quanto maior a desorganização das partículas, maior é a entropia. Contudo, … Continue lendo Entropia e Pós-Modernidade: o mundo em que vivemos.

Bourdieu e Jacotot: educação para emancipação intelectual

[audio https://dl.dropbox.com/u/19350165/Alcione%20-%20N%C3%A3o%20Deixa%20O%20Samba%20Morrer.mp3] Por Michel Aires de Souza Até a primeira metade do século XX, a educação era vista como uma instância de transformação e equalização social, estando ligada a princípios democráticos, mas a partir do livro “A reprodução: elementos para uma teoria dos sistemas de ensino” escrito por Bourdieu e Passeron, a educação foi desvelada como … Continue lendo Bourdieu e Jacotot: educação para emancipação intelectual

Indústria Cultural e Semiformação: a produção da subjetividade

Por Michel Aires de Souza A indústria cultural é um termo crítico que procurou desmitificar  a idéia de que os meios de comunicação de massa produzem uma cultura genuinamente popular.  A cultura deixou de ser algo espontâneo e popular e passou a ser produzida por empresas e instituições que criam produtos e entretenimentos padronizados para … Continue lendo Indústria Cultural e Semiformação: a produção da subjetividade

Nietzsche e a filosofia como libertação

Por Michel Aires de Souza Nietzsche pode ser considerado um dos filósofos mais importantes do mundo contemporâneo, sendo o grande responsável pela “crise da modernidade”. Nasceu em Roecken (1844), na Prússia, estudou filologia em Bonn e Leipzig, tornou-se professor de filologia clássica na Universidade de Basiléia, na Suíça, em 1869. Foi influenciado pela filosofia pessimista … Continue lendo Nietzsche e a filosofia como libertação